“Não sei, só sei que foi assim...”

18/03/2016

Quase todos os brasileiros conhecem a dupla de nordestinos “Chicó” e “João Grilo”.

Ambos são dotados da uma incrível capacidade em se meter em confusão, e acabam encontrando soluções mirabolantes para saírem de suas enrascadas.

Enterro de cachorro em Latim? Gaita que ressuscita pessoas? Essas e outras histórias sem pé nem cabeça são inventadas pela dupla que, juntos, conseguem enganar quase a cidade toda tentando arranjar uns trocados a mais, ao mesmo tempo em que tentam se livrar das encrencas que eles mesmos se meteram.

O espetáculo se desenvolve através dos dramas particulares de cada personagem, cujas características e trejeitos são fundamentais para que a peça seja tão rica e divertida.

A questão religiosa é tratada de uma forma suave, doce. Revela uma relação de intimidade com Deus, quase uma relação humana. Valoriza a fé do povo, que sonha com condições melhores de vida.

Essa valorização é reforçada no ponto alto de toda a história, quando um julgamento acontece, no qual, será decidido o destino das almas de algumas personagens que morrem durante o drama. Neste julgamento, estão presentes O Diabo, Jesus e Nossa Senhora Aparecida (A Compadecida) que, após muita conversa, resolvem dar mais uma chance a João Grilo, enquanto decidem que os demais devem ir ao Purgatório.

O texto foi escrito por Ariano Suassuna em 1955 e resgata muito da regionalidade nordestina, reforçando sua cultura e hábitos. Apesar do humor que envolve as histórias, a peça é um drama, e retrata a realidade do sertão nordestino, revelando questões muito pontuais, como a pobreza, ganância e fé.

O Auto da Compadecida sempre é sucesso em qualquer situação: minissérie, filme ou peça de teatro. Graças à Cia de Teatro Theaomai, esse sucesso vem se repetindo em Atibaia.

               

A peça está em cartaz na cidade e, logo na sua primeira exibição desta temporada, reuniu mais de 200 pessoas no Parque Edmundo Zanoni, que participaram e se divertiram evidenciando o envolvimento do público com a peça e suas personagens.

A Cia Theaomai fará a última apresentação da peça no próximo domingo (20/03) na Praça da Matriz, encerrando com chave de ouro mais uma temporada do Auto da Compadecida, o que promete ser um programa muito divertido e cultural para o domingo.

E, como diria o ilustre Chicó, “não sei, só sei que foi assim...”

Serviço: Teatro “O Auto da Compadecida”

Local: Praça da Matriz – Centro – Atibaia / SP

Data: 20/03/2016

Horário: 15:30

Entrada Gratuita

               

Pedro Henrique Mendonça

Estudante de Publicidade e Propaganda e Produtor Cultural e de Eventos

Última modificação em Sex, 18 de março de 2016 15:58


Escrito por:

Portal Entre Elas



Comente

Colunas